segunda-feira, 14 de maio de 2007

Sistema Nervoso Periférico e suas subdivisões

O Sistema Nervoso Periférico ainda se subdivide em:


  • Sistema Nervoso Somático: Sua função é reagir a estímulos provenientes do ambiente externo. É constituído por fibras motoras que conduzem impulsos do sistema nervoso central aos músculos esqueléticos. E também pode ser chamado de Voluntário.

  • Sistema Nervoso Autônomo: funciona independentemente de nossa vontade e tem função de regular o ambiente interno do corpo, controlando a atividade dos sistemas digestório, cardiovascular, excretor e endócrino. Contém fibras nervosas que conduzem impulsos do sistema nervoso central aos músculos lisos das vísceras e à musculatura do coração. E também pode ser chamado de Visceral. É subdividido em sistema nervoso simpático e sistema nervoso parassimpático:

Esses dois sistemas têm funções contrárias. Um corrige os excessos do outro. Se o sistema simpático acelera o trabalho do estômago e dos intestinos, o parassimpático entra em ação para diminuir as contrações desses órgãos. O SNP autônomo simpático, estimula ações que mobilizam energia, permitindo ao organismo responder a situações de estresse. O sistema simpático é responsável pela aceleração dos batimentos cardíacos, pelo aumento da pressão arterial, da concentração de açúcar no sangue e pela ativação do metabolismo geral do corpo. Já o SNP autônomo parassimpático estimula principalmente atividades relaxantes, como as reduções do ritmo cardíaco e da pressão arterial. Uma das principais diferenças entre os nervos simpáticos e parassimpáticos é que as fibras pós-ganglionares dos dois sistemas normalmente secretam diferentes hormônios. O hormônio secretado pelos neurônios pós-ganglionares do sistema nervoso parassimpático é a acetilcolina, razão pela qual esses neurônios são chamados colinérgicos. Os neurônios pós-ganglionares do sistema nervoso simpático secretam principalmente noradrenalina, razão por que a maioria deles é chamada neurônios adrenérgicos. As fibras adrenérgicas ligam o sistema nervoso central à glândula supra-renal, promovendo aumento da secreção de adrenalina, hormônio que produz a resposta de “luta ou fuga" em situações de stress.


http://www.afh.bio.br/nervoso/img/SN%20autônomo.gif

Um comentário:

Luísa disse...

Muito útil o post! O sistema nervoso é um sistema que me fascina de modo especial. Gostaria de ler um pouco mais também sobre o Sistema Nervoso Central (encéfalo e medula espinhal), entretanto.

Abraços!